20120817

"Discurso Directo", 3 de Agosto de 2012

4 Comentários:

Blogger Fernando Negro disse...

"Depois, admirem-se..."

Admirado (e muito) ficarei eu, se alguma vez este país de panhonhas fizer alguma coisa em relação a tudo isto...

(Mas, mudando o assunto...)

Mesmo muito interessante, a conversa, a partir daí. Fez uma excelente introdução ao seu livro.

Ia já comprá-lo, de qualquer maneira. Mas, com o que ouvi, fiquei ainda (muito) mais interessado.

Reitero o convite do telespectador...

No que a si tocar, "Apareça mais vezes."

18 agosto, 2012  
Anonymous Pedro Marques disse...

Agradecia, caso soubesse, que me disse-se qual é o nome da música que toca no inicio deste video.

Obrigado.

10 setembro, 2012  
Blogger para mim disse...

Pedro, por acaso não sei. Mas, vou tentar descobrir. A música é bonita, as imagens nem por isso. Fique desde já assente que não sou defensor de touradas. Prefiro gastar o meu tempo com outros espectáculos. Mas, ficou na gravação... Não é uma afirmação minha, mas acabou por ficar...

10 setembro, 2012  
Anonymous Pedro disse...

Caro Frederico.

Em relação à música é realmente um espectaculo, é daquelas que depois de sacar fico a ouvir horas seguidas no Winamp e não me canso de ouvir.

Se conseguir descobrir o nome agradecia que postasse aqui.

Em relação á tourada, eu pessoalmente nunca fui ver, ó facto de ser Alto Beirão contribui para o facto porque não há muitas praças de touro aqui.

A minha posição é de tolerância em relação á tourada á Portuguesa, e de total afronta ao que se passa em Barrancos, num quadro de completa ilegalidade como são as touradas á castelhana.

Se fosse eu que mandasse, em barranscos acabava mesmo, nem que fosse á força.

A tourada à Portuguesa é uma tradição portuguesa muito enraisada e por vezes gerasse uma discussão esteril em torno do tema.

Quem gosta que vá ver, quem não gosta que fique de fora.

Tem-se extremado posições, e acho que o que fez aquele cavaleiro na torreira foi uma vergonha, esse tipo merecia prisão depois de ter investido com o cavalo sobre os manifestantes anti-touradas.


Falam do sofrimento do animal, sim de facto sofre.

Mas por essa lógica então as matanças tradicionais tinham também que acabar, porque o porco também sofre enquanto lhe espetam uma faca de 50 cm de comprimento pela gola abaixo até ao coração, ficando depois a esvair-se em sangue.

É o que lhe digo, acho que há gente a fazer esterismo com isto, como o maçon presidente da camara de Viana, ex concorrente a Belem, que usou isto para vir para a televisão.

A discussão por vezes chega os ponto de se pegarem porque não concordam sobre quem inventou a tourada, uns dizem que foram os romanos, outros que foram visigodos, outros que foram os gregos.

Cá para mim deve ter sido inventada pelos cro-magnom quando andavam a a tentar domesticar os auroques na europa! Lol.

Acho que temos muito mais com o que nos preocupar, como a classe politica degradante e corrupta que nos anda a pilhar o pais, e com os plutocratas maçónicos e globalistas de Bruxelas a mando do lobby capitalista e do lobby libertino.

Esquerda e direita confundem-se, na verdade isto é tudo um grande jogo de espelhos, onde os conceitos de esquerda e direita não fazem o minimo sentido visto que foram inventados para dividir os povos e permitir com isso a pilhagem das nações controladas por aparelhos de estado que não passam de agencias de negócios ao serviço de interesses globais.

Admiro muito o seu blogue e o senhor por inerencia pela forma nua e crua como expoe a corruptela.

Cumprimentos.

10 setembro, 2012  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial