20090223

Dois casos, apenas uma investigação

Se no caso do BPN há uma comissão de investigação na Assembleia da República ao mesmo tempo que o caso está a ser investigado na justiça, então por que não se investiga o que fez o actual primeiro-ministro durante os últimos dias em que esteve à frente do ministério do Ambiente? Aliás, deveria ser o próprio primeiro-ministro a exigir que tal comissão viesse a ser criada. A mesma serviria para o ilibar de uma vez por todas, das suspeitas de má prática política e acabar com a tal "campanha negra" da qual diz ser vítima. O caso Freeport, à semelhança do caso BPN, também já tem arguidos e agora há evidências de que houve tráfico de influências num processo de licenciamento na véspera de eleições gerais antecipadas. Mas, nada acontece para os lados do Palácio de S. Bento. Não quero acreditar que ninguém investiga porque arriscar-se-ia a descobrir que o caso é semelhante a muitos outros casos com outros governos de outras cores partidárias... Contudo, a total ausência de uma reacção "em conformidade" por parte dos políticos na Assembleia da República leva-me a questionar sobre a qualidade dos nossos actuais defensores da Democracia. E a perguntar-me se ainda há Liberdade ou devemos declarar oficialmente a Ditadura...

Etiquetas: , , ,

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial