20040722

Está confirmado

Ainda não vi o "Fahrenheit 9/11", mas "fontes próximas" já me confirmaram que a pista dos interesses de Israel não foram seguidas. Alguém se lembra hoje, por exemplo, das críticas do Secretário-Geral da ONU,  Kofi Annan, em Durban, durante a cimeira contra o racismo, poucos dias antes dos atentados do 11 de Setembro de 2001?
Como era então diferente o mundo...
Quanto ao debate de ontem à noite na SIC Notícias... enfim, não houve ali pluralismo, pois entre um general, um comentador de Defesa e um crítico de cinema, faltou alguém que pudesse explicar outras teorias da constipação, perdão, da conspiração.
Estarei a pensar em mim? E porque não? Ao fim e ao cabo, se sou jornalista e escrevi um livro sobre teorias da conspiração onde, inclusive, cito um exemplo retirado do anterior filme de Michael Moore, "Bowling for Columbine", estaria perfeitamente legitimado para comentar.
Provavelmente, haveria coisas que foram ditas e não ficariam sem réplica. E não era para defender Michael Moore: apesar do seu trabalho ter algumas afinidades com as minhas conclusões, não gosto do género, pois aquilo não é jornalismo e, na realidade, acaba até por destruir o trabalho de verdadeiros jornalistas.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial