20040707

A escolha de Barroso

Recebi isto, que partilho sem mais comentários para que depois cada um faça as suas próprias contas:

"Vejamos o processo de nomeação do futuro presidente da UE:

1- A UE tem 25 Estados membros. Mas como desses apenas 15 participaram em todas
as políticas da UE, O presidente da comissão europeia só poderia ser escolhido
entre 15 e não entre 25.
2- Desses 15 Estados membros há 3 (França, Itália e Luxemburgo) que são
excluídos pois já tiveram um presidente da comissão no passado. Ficam 12.
3- Desses 12 países há 7 (Reino Unido, Alemanha, Holanda, Espanha, Irlanda, Bélgica e Grécia) que ficam excluídos à partida, pois já detém cargos de relevância na UE. Ficam
5 países: Áustria, Finlândia, Suécia, Dinamarca e Portugal.
4- Uma das imposições para se ser presidente da comissão europeia é falar
inglês e francês. Ora mais de 99% dos austríacos e dos nórdicos não
sabem falar francês e inglês.
5 - Restava pois Portugal, como de costume no último lugar e por exclusão de partes.

E ainda há entre nós quem diga que é uma honraria Portugal ocupar este cargo.
Se a saloiice matasse, Portugal seria um cemitério de saloios."

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial