20101213

Vejam só este belo exemplo...

O diário espanhol "El País", publicou hoje nas páginas de abertura (2 e 3) um artigo sobre o telegrama diplomático norte-americano que refere a ligação do BCP ao Irão...



O artigo do "El País" citou então a seguinte informação que consta daquela comunicação diplomática dos EUA: "Early last year, the Iranian Embassy in Lisbon contacted Ferreira, who had previous contact with that embassy while serving as Chairman of the Board of Directors of Oeiras Foundation (1987-1989), a state entity that he says sold munitions to Iran more than 20 years ago"...



O jornalista espanhol do "El País" que assina o artigo, Francesc Relea, fez depois a "recolocação de factos" e informou os seus leitores que "el detalle no puede pasar desapercibido si se tiene en cuenta que la venta de armas lusas a Irán, antes y durante la guerra de aquel país islámico contra Irak (1980-88), levantó durante años gran polvareda en Portugal y sigue siendo un asunto con abundantes interrogantes. El hilo de aquellos suministros militares llega hasta la muerte del ex primer ministro portugués Francisco Sá Carneiro, el 4 de diciembre de 1980, conocida como el caso Camarate".
Comparem este artigo espanhol com o que escreveram sobre o mesmo assunto os jornalistas do "Público" e do "DN". Digam-me agora se ainda acham que vivem num país onde os jornalistas fazem o seu trabalho ou se, pelo contrário, estão a esconder debaixo do tapete a nossa História recente...

Etiquetas: , , , , , ,

13 Comentários:

Blogger Karocha disse...

http://infamias-karocha.blogspot.com/

13 dezembro, 2010  
Anonymous anarquista colectivista disse...

Esta é também uma das maneiras que eu tenho de identificar a imprensa controlada - quando os apanho a mentir sobre, ou mais frequentemente, a omitir, factos importantes.
Relativamente ao "DN", já chamei aqui a atenção para o facto de este ser um dos jornais implicados no escândalo "Face Oculta".
Relativamente ao "Público", nunca mais me esqueço de um artigo insultuoso escrito pelo seu na altura director, há uns anos atrás, quando andava eu nas manifestações ditas "anti-globalização", em que este descrevia os anarquistas que participavam em tais actos.
Envergonho-me agora das respostas acaloradas que lhe enviei a tal artigo, pois desci ao nível dele e enviei-lhe alguns insultos de volta, com a agravante de ter dirigido eu os meus à sua inteligência. Na altura por pensar que este tinha escrito tal artigo, a insultar manifestantes como eu, por achar que estes estavam errados nos seus pressupostos. Era jovem e ingénuo e assumi que este escrevia o seu texto por convicção plena na validade desta imensamente podre ordem mundial. Apenas para, pouco tempo depois, descobrir que tal pessoa é muito amiga dos chamados "neo-conservadores" norte-americanos. "OK. Já percebi o que é que se passa aqui...", concluí na altura.
E quem fala destes jornais, fala de quase tudo o que são mass média neste país, mencionados ou não no recente escândalo que os pôs a descoberto.
Já repararam, por exemplo, que nas suas conversas em restaurantes lisboetas, Sócrates não expressou qualquer preocupação com a "RTP"?

13 dezembro, 2010  
Anonymous Viriato disse...

http://offstreammedia.wordpress.com/

13 dezembro, 2010  
Anonymous anarquista colectivista disse...

Eu já nem me dou ao trabalho de ler quase tudo o que são jornais neste país, pois confio tanto neles como confiaria no "Pravda" se vivesse na antiga União Soviética.
E de cada vez que ligo a televisão, já só parece que estou a viver uma qualquer história fictícia e surreal, daquelas descritas nas chamadas novelas distópicas, tal é a quantidade de barbaridades anunciadas como novas medidas governamentais e de propaganda e mentiras descaradas, elaboradas pelos próprios mass média, para as quais já me cansei de chamar a atenção...

13 dezembro, 2010  
Anonymous anarquista colectivista disse...

E outra coisa com a qual também já não posso é com esta história do "WikiLeaks"...
Todo este cínico e exagerado circo mediático, com a imprensa a apresentar o novo J. Cristo - "Julian Assange" - (Ajudem-no! Ele vai ser crucificado!) como o novo "paladino da verdade" e expoente máximo da imprensa alternativa...
Acordem, otários! Se este tipo fosse realmente um embaraço para o poder estabelecido, os vossos média (controlados) de referência nunca se atreveriam a falar tanto e desta maneira dele.

13 dezembro, 2010  
Anonymous Viriato disse...

Concordo inteiramente.
Este Wikicaso(s) servirá para censurar a Internet num futuro muito próximo, o que é um objectivo das "enormidades" que controlam o Planeta financeira e politicamente.

Se considerarmos o que realmente é exposto, os danos à "Elite", e ao seu plano, são quase inexistentes ou nulos.
Nada sobre o 11 de Setembro, os atentados de Londres e Madrid, o que de certeza constou nas mensagens entre Embaixadas...

14 dezembro, 2010  
Anonymous Viriato disse...

Já agora: Saiu uma notícia na Suécia que afirma que os militares suecos sabiam antecipadamente dos ataques bombistas em Estocolmo.

Aqui: http://offstreammedia.wordpress.com

14 dezembro, 2010  
Blogger Urantia disse...

Também me mantenho em stand by em relação WikiLeaks.
No início até pensei que finalmente iria ser desmontada a teoria de conspiração (911) de forma a passar ao estado de real conspiração.

Tal não aconteceu.Pelo menos ainda...

Mas tudo isto pode ser realmente mais um engodo. Já se conhece o padrão:
1) Pandemia do terrorismo (substituição do Bin L..., por WikiLeaks)
2) Gerar clima de instabilidade na Net. Falta de segurança. O pessoal até fica com medo. Ataque aos Visas...e por aí adiante.
3) Não há segurança de informação. Tudo se expõe.Paradoxo, mas a Elite joga assim e sabe bem como manobrar o "povo".
4) Quando o caos e medo estiverem implantados chega a salvação.

O "povo" até vai aceitar, em nome da segurança que se implemente às claras de todos, o big brother da net e tb vai aceitar depois que pague se quiser usufruir de acesso a conteúdos da Internet2.

Mas espero muito enganar-me, pois se acontecer, teria que pagar se quisesse ter um blog, e possivelmente os filtros activos (em prol da segurança na Net) não nos permitiriam escrever o que estamos a escrever, neste momento.

14 dezembro, 2010  
Anonymous anarquista colectivista disse...

Existe, há largos anos na Internet, um sítio muito semelhante ao WikiLeaks, que também aloja informação que os nossos líderes ocidentais gostariam de esconder e cujo responsável foi também alvo da atenção das autoridades, ao receber uma visita do FBI norte-americano há uns anos atrás.
O sítio chama-se cryptome.org e é bem conhecido dentro do meio activista.
O seu fundador foi, aliás, também um dos co-fundadores da WikiLeaks, tendo saído desta organização pouco tempo depois, iniciando o que é já um crescente coro de pessoas bem informadas que têm expressado, na Internet, fortes suspeitas quanto à verdadeira natureza desta última organização.
Repito, o sítio é na sua natureza muito semelhante ao da WikiLeaks.
E sendo assim, deixo-vos com uma pergunta meramente retórica, pois já sei qual é a resposta.
Quantos de vós, que até há pouco tempo só liam imprensa controlada, é que já alguma vez tinham ouvido falar no cryptome.org?

15 dezembro, 2010  
Anonymous anarquista colectivista disse...

"Assange es una tapadera de la CIA y Mossad."
--- Daniel Estulin

15 dezembro, 2010  
Anonymous anarquista colectivista disse...

[Por uma qualquer razão muito estranha, o blogspot.com anda outra vez repetidamente a apagar comentários... por isso aqui vai mais uma vez um dos que enviei (que deveria estar duas posições acima, a seguir ao da "Urantia"), reformatado, para ver se não desaparece minutos depois...]

Também já ouvi o Alex Jones a adiantar essa hipótese... Esse é mais um muito bom provável motivo para toda esta enorme polémica à volta destas fugas de informação. Pois se há coisa que as elites estão imensamente desejosas de fazer é começar a impedir o acesso a certo tipo[1] de informação que por aí circula nas "Internets"[2]. E não faltarão certamente vários esquemas insidiosos, elaborados pelos seus lacaios, com vista a atingir tal objectivo, no baralho[3] prontos a ser usados.
Mas ainda para validar o ponto que fazia - (mais explicitamente) de esta organização poder ser uma maneira de (ao mesmo tempo que se fala de outros "escândalos" (que não o são realmente e quem em nada afectam a confiança que os povos ocidentais têm nas suas instituições) para dar a impressão que se estão a revelar vários importantes segredos) espalhar a propaganda que interessa ao poder estabelecido, não realmente criticando os seus fantoches e tentando denegrir os que com este não estejam alinhados - venho chamar-vos à atenção o seguinte.

15 dezembro, 2010  
Anonymous anarquista colectivista disse...

1. http://forum.prisonplanet.com/index.php?topic=94307.msg744956#msg744956
2. http://www.youtube.com/watch?v=LKTH6f1JfX8
3. http://forum.prisonplanet.com/index.php?topic=152975.0

15 dezembro, 2010  
Blogger Karocha disse...

Anarquista colectivista
Quanto ao Estulin, tenho a minha opinião.
Também tinha uma acerca do Dan e bingo, jackpot!

17 dezembro, 2010  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial