20090504

Por que não te calas?


Diário Económico

Jorge Sampaio, o ex-advogado ex-secretário-geral do PS, ex-Presidente da Câmara de Lisboa, ex-Presidente da República e actual inquilino do antigo estúdio e pintura da Rainha D. Amélia, acha-se novamente ungido para dizer o que lhe apetece sobre a governabilidade do País: "A crise e os desafios com que o nosso país se confronta exigem alguns consensos transversais inter-partidários sob pena de Portugal se tornar ingovernável", disse. Ele, que ficará para a história como "Sampaio I, o Fazedor de Maiorias para os Amigos", tem ainda o topete de chamar a atenção para o exemplo da Democracia no Reino de Espanha: "O antigo presidente da República criticou ainda os que afirmam 'que as maiorias relativas são óptimas', lembrando que acordos pré e pós eleitorais são comuns em Espanha". Sabe, señor ex-Presidente da República, qual a diferença entre Portugal e Espanha? É que em Espanha não há uma divisão de poderes entre Presidente da República e primeiro-ministro. Existe lá um Chefe de Estado que reina, para os que os governos eleitos pelo povo tenham todas as condições de fazerem governos que governem. E isto sem a necessidade de haver constantemente um "paizinho" que lhes diga como é que o devem fazer. Por isso, por que não te calas, pá?

Etiquetas: , , ,

2 Comentários:

Blogger Nuno Castelo-Branco disse...

Aliás, o Duque de Bragança, senhor D. Duarte, já por várias vezes disse que se for rei, jamais cometeria o erro crasso da dissolução de uma maioria. É que essas brincadeiras pagam-se caras e ainda por cima, fazem jurisprudência. O PS sentirá os efeitos dentro de algum tempo.

12 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

marrocos ?

12 maio, 2009  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial