20060315

Apelo falso?

Começa a ser estranhamente vulgar surgir na nossa caixa de correio um emocionante apelo de uma mãe a quem desapareceu um filho...
Há dias chamaram-me a atenção para este texto que vinha acompanhado da foto de uma menina:

"Só vos peço 30 segundos para reenviarem.

Obrigado.
Não custa nada e Deus queira que nunca nenhum de nós necessite de recorrer á Internet para pedir este tipo de ajuda.

Bastam alguns segundos para reencaminhar esta mensagem para quem você conhece.

A minha filha Maria Cecília, está desaparecida desde o dia 26 de Fevereiro.
Por favor se alguém tiver visto. Favor informar
21 782 69 408
Pode ligar a cobrar.

Obrigada"

Regista-se nesta mensagem o facto do número de telefone ter 10 dígitos, em vez dos normais 9 números.
Uma mãe preocupada não iria descurar aquele detalhe...
Hoje fiz a experiência e liguei para o número. Assim que se marcam os primeiro nove dígitos, o telefone não assume depois o último. Porém, o número 21 782 69 40, também não está atribuído.
Quem ganha com isto?
Alguém que queira fazer uma experiência na Net para ver como se processa um esquema de circulação de mensagens?! Talvez...
Criar medo nos pais para que no futuro aceitem implantar um chip nos filhos?!... Muito provável...

6 Comentários:

Anonymous Morphine disse...

trojan, worm !!!!

15 março, 2006  
Blogger CN disse...

é uma brincadeira estúpida, como a puta que os pariu! não que faça mal a alguém... mas gostava de saber de quem são as fotos que exibem de alegados desaparecidos... deve ser esse tipo de gente que se diverte a telefonar para o 115, de modo a entupir as linhas e impedir que os verdadeiros necessitados possam ter a ajuda no minimo tempo possível.

15 março, 2006  
Blogger silvio disse...

esse tipo de mensagens, hoax, tem vários objectivos sujos:

1º quando os emails são reenviados, o hacker vai copiando os nossos endereços no corpo da mensagem.
2º emails desses reenviados em massa, vão saturando os servidores do serviço de email (por exemplo hotmail) e atrofia tudo, escesso de trafego de mensagens.

3º descredibilizar esse assunto de "criança desaparecida2, para que: quando circule uma mensagem mesmo verdadeira, já ninguém repassa porque pensa "eh, mais um email da treta, não vou reenviar".
tanto brincam com o assunto que ele perde credibilidade.
é tudo um jogo sujo, e acho que deve haver um grupo organizado fazendo isso. Não ia ser um palhaçinho qualquer sem nada que fazer a criar esses emails ..
Deve ser um grupo..

16 março, 2006  
Blogger silvio disse...

e há outro perigo.

essas fotos de crianças são verdadeiras, embora a historia seja falsa, mas as fotos são reais, onde vão eles buscar fotos?
vão á net?
então há pessoas que cometem erros: pessoas que têm album de fotos na net ou pagina pessoal com a foto dos filhotes, isso é perigoso porque alguns pulhas podem roubar a foto e meter a circular nesses emails falsos-

querem uma sugestão?
quando receberem emails desses reenviem para a PJ.

16 março, 2006  
Anonymous ibis disse...

Quem divulga uma coisa dessas é apenas uma típica "mancha negra".
Agora , meu caro Frederico Duarte Carvalho,com o devido respeito k tenho pelos temas k ajuda a divulgar,voçê ás vezes vê de facto filmes a mais,não?...Provocar medo para implantar chips nos filhos???????'
Com tantos motivos mais prováveis,
logo tinha de ser isso?
Ñ se esqueça da ciencia,bolas ,;há k ser mais racional,hein?

29 março, 2006  
Anonymous Denis disse...

não queria falar nada não, mas esse 21 do começo do número se refere ao código da cidade do Rio de Janeiro e adjacências.. o número tem 8 dígitos, assim como qualquer outro telefone daqui, e provavelmente é de Niterói/São Gonçalo.
só que nunca liguei pro número, então não sei se é verdade o caso.. tb suspeito de que seja mentira, mas to procurando saber.
vim procurar no google sobre isso agora e achei esse blog.
a pessoa que ligou pro número, poderia agora ligar pro número certo e postar aqui pra gente saber se não se trata de uma mensagem falsa?
obrigado

14 abril, 2006  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial