20050222

Sobre Setúbal...

Como sabem - pelo menos aqueles que me conhecem pessoalmente - sou do Porto e vivo em Lisboa desde 1997.
Ao longo destes anos aprendi coisas sobre a capital e percebi muito sobre as diferenças e semelhanças entre a "Inbicta" e a "terra dos mouros". Porém, tenho de dizer algo mais sobre uma outra cidade que aprendi a gostar: Setúbal.
Foi graças a esta cidade que escrevi o meu primeiro livro: "Vítor Baptista - O Maior". Descobri que em Setúbal existem várias qualidades que compensavam a falta do meu Porto natal: tinha mar, bom peixe, praias e a... Arrábida.
Setúbal ainda faz parte do meu "imaginário" profissional visto que foi a partir do porto de Setúbal que partiram os navios com as armas para o Irão em 1980, no tal negócio secreto que é tido como o motivo de Camarate e que foi mencionado no meu terceiro livro.
Quero com isto esclarecer ainda que, sobre o texto de ontem a propósito do Bloco de Esquerda, que não tenho nada contra os dois deputados da Nação do Bloco de Esquerda que foram eleitos por Setúbal. Acho que eles não têm a obrigação de conhecer a história das armas norte-americanas que passaram ilegalmente pelo porto de Setúbal a caminho do Irão, em 1980, quando havia um embargo àquele país e como isso poderá estar na origem da tragédia de Camarate. Eles lá têm outros planos na sua "agenda política" - é assim que se fala... "agenda política", aprenda-se...
Eu, como cidadão do mundo, é que tenho obrigação de conhecer bem as histórias das gentes e da cidade Setúbal, pois esta cidade começa a ser, aos bocadinhos, o meu segundo Porto...

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial