20050219

Sobre o meu novo livro

O meu novo livro já chegou esta semana às livrarias. Ontem, por exemplo, vi-o à venda no Porto, juntamente com a segunda edição do meu anterior livro: "Eu Sei Que Você Sabe - Manual de Instruções Para Teorias da Conspiração".
Para saber mais sobre o novo livro, aqui fica este texto da agência Lusa do passado dia 15, e que dificilmente irão ver publicado em qualquer outro órgão de Comunicação Social em Portugal:

Livros: "Poeta & Espião" apresenta primeira grande entrevista a Oswald Le Winter

Quando passam 25 anos sobre Camarate, Oswald Le Winter, alegado espião da CIA que acusa Ronald Reagan e George Bush de ligação à queda do avião com Sá Carneiro e Amaro da Costa, apresenta-se num livro-entrevista.

"Poeta & Espião - A Verdadeira História de Oswald Le Winter", da autoria do jornalista Frederico Duarte Carvalho, é a primeira grande entrevista feita ao ex-espião não reconhecido pela CIA, e o livro, com chancela das Edições Polvo, chega esta semana às livrarias.

Em resposta às perguntas que lhe foram colocadas em várias sessões, entre Junho e Agosto de 2004, Oswald Le Winter afirma ser neto do célebre físico Albert Einstein, ter estado presente na captura de Che Guevara e ter ajudado a preparar o golpe de 1973 no Chile.

Explica também qual o envolvimento dos serviços secretos norte- americanos nas mortes dos primeiros-ministros Olof Palme (Suécia), Aldo Moro (Itália) e Sá Carneiro, tendo as suas afirmações sobre o caso Camarate levado a que fosse ouvido, em 2002, pela VII Comissão de Inquérito ao desastre de Dezembro de 1980.

Le Winter apontou como provável móbil do atentado ao primeiro- ministro português um negócio secreto de tráfico de armas para o Irão, o que encontra correspondência nas palavras do deputado Nuno Melo, presidente de uma Comissão de Inquérito Parlamentar de Camarate, que disse em Famalicão, em Dezembro de 2004, que Amaro da Costa estava a investigar a venda ilegal de armas ao Irão na véspera da sua morte.

A par das declarações sobre as mortes suspeitas de algumas figuras políticas, Le Winter refere ter sido a sua participação na guerra do Vietname que inspirou Graham Greene a escrever "O Americano Tranquilo" e avança outros exemplos de livros e de filmes inspirados na sua experiência de vida.

Frederico Duarte de Carvalho descreve Le Winter como "um mistério dentro de um mistério" e, embora não assegure a veracidade das suas respostas - que podem ser o resultado de uma "história bem ensaiada" - diz que decidiu "escutá-lo e respeitá-lo".

"Le Winter não pede uma missão de fé e a questão que se coloca não é a de se acreditar ou não, mas a de se investigar o que é dito.E aí existem factos históricos irrefutáveis", afirmou o jornalista e autor do livro à agência Lusa.

Recordando a morte da princesa Diana, em Paris, em 1997, que Le Winter defende desde o início ter sido planeada, e uma conversa tida com o suposto ex-espião antes do 11 de Setembro, Frederico Duarte Carvalho sublinha que "ele mostra conhecer os mecanismos que estão por detrás dos acontecimentos, o que pode indicar que não se trata de um mero charlatão".

A propósito dos ataques às Torres Gémeas, o jornalista assegurou à Lusa que, "numa conversa tida com Oswald Le Winter antes dos atentados, ele referiu as ligações da família Bush à de Bin Laden, algo que o realizador Michael Moore viria a abordar em `Fahrenheit 9/11'".

Além das revelações na área da política nacional e internacional, Oswald Le Winter fala sobre aspectos da sua vida pessoal, garantindo que a sua mãe é a filha desaparecida de Mileva e Albert Einstein, mas esclarecendo que não nutre qualquer simpatia pelo avô, que acusa de ter sido um "péssimo" marido e pai.

É também a sua faceta mais pessoal que surge através dos poemas que integram o livro, justificando parcialmente o título escolhido de "Poeta & Espião" e ajudando a definir um homem que assina também obras críticas como "Desmantelar a América" (2001) e "Democracia e Secretismo" (2002).

Por seu lado, Frederico Duarte Carvalho nasceu no Porto em 1972, estudou na Escola Superior de Jornalismo e começou por trabalhar n'O Primeiro de Janeiro, tendo passado pelo Tal & Qual e exercendo actualmente na TV Top.

Já deu à estampa "Vítor Baptista - O Maior" (1999), "Capitão Roby" (2000, em parceria com Jorge Veríssimo Monteiro) e "Eu Sei que Você Sabe" (2003), tendo no prelo "Abril Sangrento" e não excluindo a hipótese de ver "Poeta & Espião" traduzido e editado na Alemanha.
HSF

Etiquetas: , ,

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial