20040730

"O Candidato da Manchuria"

Um grupo de soldados norte-americanos da guerra da Coreia é capturado pelo inimigo e são submetidos a sessões de hipnose na Manchuria. Um desses soldados é depois "instruído" para matar um candidato à presidência dos EUA.
O realizador John Frankenheimer adaptou esta história de Richard Condon ao cinema, com Frank Sinatra como um dos actores, em 1962.
O filme estava em exibição nos EUA quando, a 22 de Novembro de 1963, o presidente Kennedy foi morto em Dallas e culpou-se então Lee Harvey Oswald de ter sido o louco e solitário assassino.
Hoje, estreia nos EUA uma outra interpretação da história.
Chama-se, na mesma, "O Candidato da Manchuria", embora os soldados sejam da primeira guerra do Golfo.
Tem nos principais papéis Denzel Washington, Meryl Streep, Jon Voight e Liev Schreiber. Este último, faz o papel do candidato a vice-presidente dos EUA que terá sido submetido a estranhos tratamentos ao seu cérebro no Kuwait.
O realizador é o conhecido Jonathan Demme.

1 Comentários:

Blogger Andrea Pérez Ulloa disse...

Este filme além de ser engraçado deixou-me a pensar sobre a hipnose, os seus efeitos e como isso afeta a sociedade. Eu passei alguns minutos procurando por filmes e programas de TV sobre o assunto e encontrei-me com O Mesmer HBO série original dirigido por Alex Gabassi , onde é estrelado por Leonardo Sbaraglia.

30 novembro, 2015  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial