20030816

Sugerências...

Comprar doce de tomate aos vendedores ambulantes junto ao Cabo da Roca (para comer, de manhã, numa torrada previamente barrada com manteiga). Os pêssegos também são bons. As queijadas de Sintra são sempre um valor seguro. Ainda não provei o melão, mas pesava cinco quilos, pelo que promete. O cozido à portuguesa no "Camponês", na Malveira da Serra, continua em grande (e grande dose), devidamente acompanhado de vinho tinto. Tive pena que já não houvesse pudim Abade de Priscos, mas contentei-me com o doce de queijada de Azeitão. Café, digestivo e cigarro no fim.
Moral: Há estrangeiros que gastam dinheiro para vir conhecer Portugal, mas há portugueses que gastam dinheiro em férias no estrangeiro e não conhecem estes prazeres.
P.S.(D.): Fui constatar que, três anos depois dos incêndios no Guincho, há lá uns empreendimentos imobiliários. Quem vai estar atento aos julgamentos que, eventualmente, se vão (ou não) fazer aos incendiários já detidos pela PJ? Por favor, alguém que se mantenha atento. Para bem de todos nós.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial