20030816

Atenção! Há uma vida em jogo!

Tenho uma amiga que está a trabalhar num projecto universitário. São quatro pessoas no grupo, mas houve um deles que disse que ia passar uma semana fora. De férias.
Os outros três torceram um bocado o nariz, mas lá concordaram em deixar esse colega ir passar uma semana no Egipto, com a respectiva companhia.
Porém, esse quarto membro do grupo, que deveria ter regressado na sexta-feira, dia 8, não apareceu no dia marcado.
Só ontem, dia 15, uma semana depois da data marcada, mandou um e-mail a dizer que houve "um engano na marcação de voo" e que só regressaria hoje de manhã, o que, de facto, veio a acontecer.
Note-se ainda que o projecto tem de ser entregue, sem falta, a 1 de Setembro... Na segunda-feira vão-se reunir para saber o que fazer a seguir.
Será que esta pessoa teve mesmo o azar de ser obrigada, contra a sua vontade, a ficar mais uma semana no Egipto? Ou, pelo contrário, já sabia, à partida, que iria ficar mesmo 15 dias (o que, obviamente, nunca seria bem aceite pelos outros membros do grupo que, entretanto, ficaram a trabalhar durante a onda de calor).
Eu já lhe disse que ela é uma grande palerma se aceitar a permanência dessa pessoa no seio do grupo.
O que acham?
(Atenção, se a pessoa vier a ser excluída do grupo de trabalho, isso vai atrasar toda a sua vida universitária num ano, com as consequências imprevisíveis que daí advirão para o seu futuro. Há aqui uma vida humana em jogo).
Como descalçar esta bota? Mandem resposta para o e-mail: paramimtantofaz@hotmail.com

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial