20100209

Mas, afinal ainda não se habituaram?

O que o PS está a fazer no jornalismo não deveria ser surpresa para ninguém. Afinal, o PS está a ser coerente com aquilo que avisou que iria fazer no dia em que José Sócrates conquistou a maioria absoluta de 2005 e que até ficou resumido numa expressão de António Vitorino dirigida aos jornalistas: "Habituem-se!". Quem se enganou foi Paquete de Oliveira, que achou que iria ser o contrário...

Etiquetas: , , , ,

5 Comentários:

Anonymous Flávio Gonçalves disse...

Eu hoje, graças ao e-mail dum conhecido autor português, apercebi-me de algo... vamos por partes:

Alguém diz a Mário Crespo que o Sócrates o tinha insultado num restaurante, este alguém não é nomeado.

Os ouvintes a quem os comentários se destinavam: Nuno Santos e Bárbara Guimarães.

Note-se que são da SIC.

Após isto, o "Expresso" contrata Mário Crespo.

Não te desperta a atenção o papel da SIC e do Expresso, por excelência os órgãos do Sr. Bilderberg português, neste caso?

Eu tenho insistido, à porta fechada, que o Sócrates está debaixo de fogo por ter feito alguma coisa bem (o que foi, não sabemos) e que essa coisa tenha amuado algum Bilderberg.

Ou então querem mandar o governo abaixo, a ver se numas eleições de emergência se atinge o famigerado "governo central" PS-PSD.

E esta, hein?

09 fevereiro, 2010  
Blogger Diogo disse...

O balofo e anão Vitorino não pode ser desintegrado?

10 fevereiro, 2010  
Anonymous filomena disse...

FLAVIO , pensei o mesmo ...Acho que para bom entendedor meia palavra basta.

10 fevereiro, 2010  
Anonymous ana borges disse...

Ouvi hoje por aí falar-se em "lapís azul" e tal...
Eu não percebo os portugueses! de verdade que me ultrapassa!
Há bem pouco tempo elegeram Salazar como o melhor português de sempre..
Afinal?? Mas decidam-se!
Querem ou não querem lapís azul?
É que dizem "volta Salazar está perdoado" e depois andam para aí no queixume sistemático por coisas que não são nem um milionésimo daquilo que, infelizmente, foi em Portugal!
Caramba! Que nervos.
Aposto que se se fizesse outra vez a eleição do melhor poruguês lá estava o "saudoso" Salazar no pódio.
Por isso, ó povo, quem votou Salazar não se lamente das censurinhas de hoje em dia, tá bem??
Haja coerência!

12 fevereiro, 2010  
Blogger Motim disse...

Flávio:
Acho que o caso do Sócrates é apenas uma mistura de ganância com burrice, ele deixou-se queimar. Concordo que temos de ter o bilderberger tuga debaixo de olho, e ver os novos convidados da reunião de 2010.

ana borges:
Hoje o "lápis azul" está oculto: temos muito mais censura, escondida, abafada, manipulada, praticada pelos próprios meios de comunicação.
Quanto aos votos, só tens de sair à rua e perguntar ao povo os motivos pelos quais votou em Salazar. O povo explica.

13 fevereiro, 2010  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial