20100204

Pequena contribuição para a história da censura em Portugal

Para mim, o "caso Mário Crespo" não é novidade. Conheci Mário Crespo há cerca de 10 anos, em Outubro de 1999, quando ele estava na "prateleira" do canal do Estado, RTP. Nessa altura, como repórter do "Tal&Qual", andava eu a investigar alguns detalhes de um caso que estava a causar polémica nos EUA e que envolvia um importante político norte-americano e luso-descendente, Tony Coelho, então chefe da campanha da candidatura presidencial de Al Gore. Coelho estava envolvido numa investigação devido
às suspeitas de esbajamento de dinheiros públicos durante a altura tempo em que esteve em Lisboa como chefe da delegação dos EUA na Expo98...



Soube então que, Mário Crespo, ex-correspondente da RTP em Washington, fizera uma reportagem sobre a figura de Tony Coelho, em 1996, na altura em que o político luso-descendente fora nomeado para representar os EUA em Lisboa, onde recordou escândalos passados onde Coelho estivera envolvido. Uma reportagem para a qual Crespo entrevistou algumas personalidades políticas portuguesas que passaram pelos EUA nessa altura, mas que se mostraram muito incomodadas com as perguntas do jornalista, sobretudo o então ministro socialista António Vitorino. Vai daí, escrevi esta reportagem...




Algum tempo depois desta reportagem, Mário Crespo foi contratado para a SIC e, um ano mais tarde, em Outubro de 2000, o "T&Q" relembrou o caso e acrescentou mais informações...

Etiquetas: , , , , , , ,

2 Comentários:

Anonymous Anónimo disse...

Antes, agora e depois. Será que isto vai mudar?

04 fevereiro, 2010  
Anonymous Anónimo disse...

Esse Vitorino é novo e não lhe sei o passado, mas cheira-me que é um lacaio da CIA e dos interesses dos Globalistas, logo um traidor para os seus compatriotas!!

Se alguém tiver informações que exponha este lacaio !

17 fevereiro, 2010  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial