20090331

Mário Crespo estica a corda...

O homem que um dia exclamou o mais célebre "foda-se" da história da televisão portuguesa, anda a esticar a corda ao fazer todas estas perguntas: "Porque é que o cidadão José Sócrates ainda não foi constituído arguido no processo Freeport?
Porque é que Charles Smith e Manuel Pedro foram constituídos arguidos e José Sócrates não foi?
Como é que, estando o epicentro de todo o caso situado num despacho de aprovação exarado no Ministério de Sócrates, ainda ninguém desse Ministério foi constituído arguido?
Como é que, havendo suspeitas de irregularidades num Ministério tutelado por José Sócrates, ele não está sequer a ser objecto de investigação?
Com que fundamento é que o procurador-geral da República passa atestados públicos de inocência ao primeiro-ministro?
Como é que pode garantir essa inocência se o primeiro-ministro não foi nem está a ser investigado?
Como é possível não ser necessário investigar José Sócrates se as dúvidas se centram em áreas da sua responsabilidade directa?
Como é possível não o investigar face a todos os indícios já conhecidos?
Que pressões estão a ser feitas sobre os magistrados do Ministério Público que trabalham no caso Freeport?
A quem é que o presidente do Sindicato dos Magistrados do Ministério Público se está a referir?
Se, como dizem, o estatuto de arguido protege quem o recebe, porque é José Sócrates não é objecto dessa protecção institucional?
Será que face ao conjunto de elementos insofismáveis e já públicos qualquer outro cidadão não teria já sido constituído arguido?
Haverá duas justiças?
Será que qualquer outro cidadão não estaria já a ser investigado?
Como é que as embaixadas em Lisboa estarão a informar os seus governos sobre o caso Freeport?
O que é que dirão do primeiro-ministro de Portugal?
O que é que dirão da justiça em Portugal?
O que é que estarão a dizer de Portugal?
Que efeito estará tudo isto a ter na respeitabilidade do país?
Que efeitos terá um Primeiro-ministro na situação de José Sócrates no rating de confiança financeira da República Portuguesa?
Quantos pontos a mais de juros é que nos estão a cobrar devido à desconfiança que isto inspira lá fora?
E cá dentro também?
Que efeitos terá um caso como o Freeport na auto-estima dos portugueses?
Quanto é que nos vai custar o caso Freeport?
Será que havia ambiente para serem trocados favores por dinheiros no Ministério que José Sócrates tutelou?
Se não havia, porque é que José Sócrates, como a lei o prevê, não se constitui assistente no processo Freeport para, com o seu conhecimento único dos factos, ajudar o Ministério Público a levar a investigação a bom termo?
Como é que a TVI conseguiu a gravação da conversa sobre o Freeport?
Quem é que no Reino Unido está tão ultrajado e zangado com Sócrates para a divulgar?
E em Portugal, porque é que a Procuradoria-Geral da República ignorou a gravação quando lhe foi apresentada?
E o que é que vai fazer agora que o registo é público?
Porque é que o presidente da República não se pronuncia sobre isto?
Nem convoca o Conselho de Estado?
Como é que, a meio de um processo de investigação jornalística, a ERC se atreve a admoestar a informação da TVI anunciando que a tem sob olho?
Será que José Sócrates entendeu que a imensa vaia que levou no CCB na sexta à noite não foi só por ter feito atrasar meia hora o início da ópera?"
.

Etiquetas: , , ,

9 Comentários:

Anonymous Anónimo disse...

A compreender: Porque motivo Casas deixaram de apoiar Lojas? Isto será apenas uma restruturação ou algo se aproxima?

01 abril, 2009  
Blogger AP disse...

O problema é não devia ser só Mário Crespo a esticar a corda, mas todos nós!

01 abril, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

«Quem é que no Reino Unido está tão ultrajado e zangado com Sócrates para a divulgar? »

Resposta: A Família Real Inglesa, que ficou a «arder» com os 4 milhões...

Sócrates para o Vara:

- Eh pá, a velha já meteu a massa?
- Já sim, pá.
- Porreiro, pá! Vamos lá sacá-la!

A «velha», entenda-se, seria a rainha Isabel II. E estes cretinos são tão estúpidos que vão depositar a massa sacada em offshores de... Gibraltar e ilhas Caimão, que pertencem a... ingleses!

Porreiro, pá!

01 abril, 2009  
Blogger Karocha disse...

Bingo Anónimo !!!!!

01 abril, 2009  
Blogger Karocha disse...

Bingo Anónimo !!!!!

01 abril, 2009  
Blogger Motim disse...

Também posso fazer uma pergunta?
Porque é que Mário Crespo não faz essas perguntas na televisão?

01 abril, 2009  
Blogger Karocha disse...

Não pode Motin!

Tem família para sustentar, o Fred sabe do que falo!!!!!

01 abril, 2009  
Blogger Motim disse...

Cara Karocha, o próprio Mário Crespo respondeu à minha pergunta.

03 abril, 2009  
Blogger Karocha disse...

Eu não disse Motim!
O Pão fala mais alto...

03 abril, 2009  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial