20081208

A esperança por decreto

O Movimento Esperança Portugal apresentou a jornalista Laurinda Alves como candidata ao Parlamento Europeu. O MEP, como projecto político, é uma ideia simpática e até se poderia dizer necessária. O uso da cor verde faz ali todo o sentido, mas há qualquer coisa que não me convence. Se calhar, é o facto se chamarem "movimento" e não "partido". Também deve ser por acharem que é possível instituir a esperança por força de decreto. Ao ler as "10 razões para aderir ao MEP" acho que, por exemplo - e sem ofensa, por favor-, o "Partido dos Bebedores de Cerveja" dos EUA oferece soluções mais sustentadas para quem está desiludido com os actuais partidos políticos: "On most issues, both sides are wrong, and even if one side seems right, they probably have ulterior motives" -"Muitas vezes, os dois lados estão errados e mesmo quando um deles parece estar certo, provavelmente deve-se a motivos ocultos".

Etiquetas: ,

1 Comentários:

Blogger Flávio Gonçalves disse...

Exacto, aliás o programa - pelo que li - pede até algumas medidas Orwellianas e anti-patriotas... mais valia fazerem colecção de selos que queriam um hobbie.

10 dezembro, 2008  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial