20080527

A caminho do Irão

Acabei de ouvir o meu amigo António Costa, da Agência Lusa, dizer no programa "Prós e Contras", na RTP, que já está em cima da mesa a possibilidade do barril de petróleo chegar aos 200 dólares...



Há cerca de dois anos, numa altura em que o preço do barril do petróleo estava algo estável e longe dos actuais valores, dei conta do aviso para o aumento através das palavras de Daniel Estulin, autor dos livros sobre o grupo Bilderberg, quando ele, em entrevista ao diário espanhol "El Mundo", avisou que plano seria fazer chegar o preço do barril de petróleo aos 150 dólares e depois invadir o Irão...



E hoje a especulação já se atira para os 200 dólares.
O ataque ao Irão está mesmo a tardar...
Boa.

Etiquetas: , , ,

3 Comentários:

Anonymous Carlos Portugal disse...

Mercê da quebra mundial de consumo, o barril de petróleo viu hoje o seu preço cair para os 129 dólares. Mas estes assaltantes do liberalismo continuam apostados em aumentar o preço dos combustíveis «por causa da conjuntura». Deviam era dar-lhes a «conjuntura» com um pau de marmeleiro!

Mas é de notar que a maior quebra foi na aviação civil, por norma a grande consumidora do «fóssil». Quebra essa devida a vários factores, a saber: 1 - perda de poder de compra da classe média mundial, fruto da maldita globalização (é autofágica, e estes imbecis parece que não perceberam isso); 2 - Restrições e humilhações absurdas impostas aos passageiros no embarque e nos voos, em nome de uma hipotética farsa chamada «guerra ao terror»; 3 - degradação notória da qualidade da acomodação, alimentação e tratamento dos passageiros, com vista a maximizar lucros.

Assim, os lucros vão por água abaixo e esta gentalha parecem galinhas tontas só a fazerem disparates.

Mas é de frisar que, no caso português, a espanholada recebeu ordens de constituir uma única super-petrolífera ibérica, anexando todas as outras, e por isso a crise é empolada.

Mas pode ser que o tiro lhes saia pela culatra.

Cumprimentos.

27 maio, 2008  
Blogger Motim disse...

Bush 'plans Iran air strike by August'

28 maio, 2008  
Blogger Nicolaias disse...

Sem querer parecer arrogante, eu e alguns bloguistas já andamos a falar disso há pelo menos uns 4 anos: graças a informações que possuiamos na altura, deduzimos que o petróleo iria alcançar os 180 dálares, no máximo, até 2010; que o ouro iria bater os 1000 dólares e que a recessão - que já nessa altura os EUA estavam a viver (apesar de negada ainda hoje, a recessão em 2005 já batia os valores de 1929) - só terminaria com uma grande guerra.

Apesar de não saber até que ponto vai a sua informação (não sei se só sabe o que demostra, ou se receia um pouco falar tudo o que sabe) posso dizer-lhe que a intensão da ONU, dos EUA, da UE, do Japão, da União Asática, da União Africana e da recém-criada União Sul-americana da Nações é reduzir, até 2050, o número actual da população mundial de 6.500.000.000 para 500.000.000.

Veja este monumento erguido pela ONU no Estado da Georgia, EUA, gravado na pedra em inglês, árabe e hebraíco (existem alguns sites falando sobre isto na net - escolhi este por a foto ser uma das mais claras) que revela os princípios que a Nova Ordem Mundial espera concretizar até 2050:

http://www.globalfailure.com/images/myspace/Georgia_Guidestones_English.jpg

Mas... como conseguirão eles acabar com 6.000.000.000 de seres humanos em tão pouco tempo?

A resposta a esta questão é um dos segredos mais bem guardados pelos governos mundiais... porém, alguns de nós já sabemos a resposta.

Ora, após este "genocídio", a Nova Ordem Mundial de controle tecnológico erguer-se-à muito mais facilmente.

Em 2015 já está na agenda internacional como o ano da implementação oficial do Governo Mundial Único, presidido por um único homem, o qual, muitos de nós, também já sabemos de quem se trata.

Compreenda: eu não estou a ser algo enigmático por brincadeira, mas por método de divulgação.

Se brotaram em seu espírito jornalístico algumas questões, podemo-nos contactar via

poesiasocial@gmail.com

07 junho, 2008  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial