20071017

O que diz Leamas



O Basílio, do Mote para Motim, deixou-me o seguinte comentário no texto sobre David Shayler: "Há dois anos atrás David Shayler e a mulher (tb ex-agente) disseram que havia dedo do MI5 nos atentados de Londres, na morte da Diana e noutros assassinatos. Depois parece que ele começou a passar-se da cabeça...".
Bem, Basílio, que o MI5 colocou o dedo isso é óbvio. Mas Shayler há muito que devia saber que os agentes do serviços secretos não são monges que julgam o que está certo ou errado. John Le Carré já o explicara no "O Espião que Veio do Frio" através do personagem Alec Leamas (Richard Burton na adaptação ao cinema, em 1965): "What the hell do you think spies are? Moral philosophers measuring everything they do against the word of God or Karl Marx? They're not! They're just a bunch of seedy, squalid bastards like me: drunkards, queers, hen-pecked husbands, civil servants playing cowboys and Indians to brighten their rotten little lives. Do you think they sit like monks in a cell, balancing right against wrong?".

Etiquetas: , , , , , ,

1 Comentários:

Blogger Motim disse...

Depois de dez anos de perseguição a ele e à família, ter sido humilhado, preso, etc, só por ter tomado a atitude certa e denunciar os crimes, até um monge arrancava todos os seus cabelos.

E agora para algo diferente: sabias que o David Kelly teve o cuidado de limpar as impressões digitais da faca que usou para se "suicidar"?:
Police could not find any fingerprints on Dr Kelly's 'suicide' knife

18 outubro, 2007  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial