20071015

Bem, se calhar o que mais me custaria seria mesmo rapar as sobrancelhas...

Falei várias vezes com David Shayler. Ele estava exilado em Paris porque, em Agosto de 1997, dias antes da morte da princesa Diana, este agente do MI5 denunciou práticas menos correctas dentro dos serviços secretos britânicos.
David fora recrutado em 1992, após ter respondido a um enigmático anúncio de emprego no "The Independent" que dizia apenas "Godot não vem" - seguido de uma morada. Uma das primeiras tarefas foi pesquisar os dados pessoais dos candidatos a governantes do Reino Unido. Obviamente que Tony Blair estava incluído...
Quando, em finais de 1999, rebentou o escândalo dos arquivos Mitrokhine - onde era dito que havia uma lista com o nome de portugueses que espiaram para o KGB -, foi ele quem me garantiu que os nossos serviços secretos, se ainda não tinham os nomes dessa lista, bastava apenas pedi-los aos ingleses...



Passados dez anos, quando os serviços secretos ingleses estão cada vez mais fortes no controle aos cidadãos, Shayler, segundo as palavras da sua namorada, está diferente:"Last summer, I went away for a weekend. When I returned, David had shaved off all his hair and his eyebrows as part of his spiritual evolution. He knew that I had always loved his long, thick hair, so it felt like a personal slap in the face. He was in trouble. He was quick to anger if anyone questioned him. He became obsessive about little details, espoused wacky theories and shunned his family and old friends. His paranoia also escalated".

Etiquetas: , , , , , ,

3 Comentários:

Anonymous Anónimo disse...

Quais sobrancelhas?

15 outubro, 2007  
Anonymous Anónimo disse...

Mas prontos! Sempre tens mais sobrancelhas que o Durão Barroso...
Console-se...

16 outubro, 2007  
Blogger Motim disse...

Há dois anos atrás David Shayler e a mulher (tb ex-agente) disseram que havia dedo do MI5 nos atentados de Londres, na morte da Diana e noutros assassinatos. Depois parece que ele começou a passar-se da cabeça...

17 outubro, 2007  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial