20040914

Hoje, apenas dois poemas de hélio T.

caminhei. não vi o lago.
agora, afogado, escrevo.

....

amores, os meus

atiro-te um beijo joana dos ratos.
mónica dentes podres a vós lanço-vos uma
promessa de amor. sandra complexo
de mongol, a ti, querida,
um bouquet de jasmins. e tina
andróide apenas uma perna, para ti
carícias na mama esquerda. a
vós todas, mais a fátima carcinoma pelo na venta
a quem introduzo o dedo na vagina,
a todas vós,
feliz natal e excelente ano novo.

...
hélio T. é um poeta de Viseu e estes dois poemas fazem parte do seu primeiro livro, "textos de execração", recentemente editado pela Angelus Novus, de Coimbra.
Com a devida vénia e agradecimento.

1 Comentários:

Anonymous Anónimo disse...

gostei muito deste poema

09 dezembro, 2011  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial