20030929

Quero ser milionário!

O "Quem quer ser milionário" está de volta. Há uns três anos, em Fevereiro de 2000, escrevi um artigo para o "Tal&Qual" onde se questionava o facto de conhecidos "papa-concursos" ficarem automaticamente afastados da possibilidade de participarem. Como eram possuidores de elevados conhecimentos de cultura geral, na opinião destes, isso era algo que assustava os produtores que preferiam apostar na ignorância. Meses depois, começava o primeiro "Big Brother" e hoje, o espectáculo já não passa por mostrar conhecimentos (como foi o caso de programas estilo "Casa Cheia"), mas por explorar a mediocridade.
Confesso que me sinto um pouco responsável pelo fenómeno. Explico: seis anos antes, no fim de 1994, tinha sido eu o autor das perguntas do programa da TVI, "Doutores&Engenheiros" (produzido nos estúdios da Miragem, na Senhora da Hora), que, se alguns se recordam, era apresentado pela Mila Ferreira e Nuno Graciano.
Estudantes universitários tinham então de responder a perguntas de cultura geral e registaram-se casos interessantes. Alguns, até posso admitir que foram provocados pelo nervosismo inerente à orgânica do programa. Assim, para mim e para os meus amigos, o rio que banhava Londres ficou para sempre conhecido como o Tâmega e, salvo erro, a capital da Argentina, era o Peru. Mas, o pior foram as perguntas que ficaram sem resposta. Recordo aqui uma muito particular: "Quem é o autor do livro 'Crime e Castigo'?". Não sabiam. Silêncio profundo. Os produtores diziam-me que o programa estava a ficar demasiado longo e que era preciso arranjar perguntas mais fáceis. Eu tentei, mas depressa desistimos. Era escusado, pois havia sempre uma ou outra resposta que estragava a média... Agora, em 1994, aqueles alunos teriam entre 20 e 25 anos. São os jovens de hoje, com poder de compra e que fazem algumas audiências, com 30 e 35 anos...
Por isso, eu proponho desde já um grande espectáculo: Quero ser desafiado! Quero ir ao "Quem quer ser milionário" e quero que me atirem com todas as perguntas que eu algum dia escrevi contra eles e podem até juntar outras da sua autoria! Quero ver se falho alguma que seja! Quem se atreve?! Quem é que na Endemol se atreverá algum dia a fazer um programa de cultura geral comigo?! Vamos! Quantos são? Quantos são?!

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial