20110909

Não me perguntem onde é que eu estava no dia 11 de Setembro de 2001

7 Comentários:

Anonymous Anónimo disse...

" Isso, soube eu desde o primeiro momento, há cinco anos. E, sim, tem sido duro viver rodeado de ignorantes apesar as evidências estarem todas à nossa frente... "
O Frederico desculpe, mas essa sua arrogância não faz com que tenha mais credibilidade...
Prezo o seu trabalho mas, sinceramente, às vezes deixa-me 'zangado' com essa sua atitude de ser superior. Que pretende afinal? Que lhe deêm os parabéns por ser o único que às 9 da manhã de 11 de setembro de 2001 já sabia o que tinha acontecido?! Francamente! Um pouco de humildade só lhe ficava bem. E não ache que está rodeado de ignorantes. Ignorantes são aqueles que se julgam detentores da verdae absoluta. Um bem haja!

10 setembro, 2011  
Blogger Fada do bosque disse...

Anónimo do costume... :)
Veja esta reportagem enquanto a vímeo a não retira, é que acabou de retirar a versão inglesa e vale a pena ver.

A verdade sobre o Iraque e outras guerras.

10 setembro, 2011  
Blogger para mim disse...

Caro anónimo, escrevi isso há cinco anos. E disse depois que eram cada vez menos os que ignoram... E tinha razão, pois passados mais cinco anos tem resultado a "provocação"...

10 setembro, 2011  
Blogger Fernando Negro disse...

Que raio de coincidência...
Ter estado com um espião americano no dia dos atentados.
Vá lá, não foi um dos que esteve envolvido nos ataques... ;)
O receio de tal espião era infundado. A família Bush é uma das famílias que fazem parte do Comité dos 300 - o órgão máximo que dirige a conspiração da NOM - e, por isso, uma família intocável. (A não ser que comece a agir contra os interesses do colectivo.) E o 11 de Setembro foi uma operação da autoria dessa mesma gente.
Ambas as eleições de W. Bush foram aldrabadas pelo poder estabelecido. Por isso, se ele lá esteve, foi porque os verdadeiros senhores do mundo o queriam.
Embora eu ainda não saiba porque razão lá colocaram um idiota destes. Talvez para aligeirar a implementação de um estado policial, mostrando uma cara inofensiva à frente de tudo. Talvez para apresentar o seu sucessor, que possivelmente irá fazer coisas ainda piores, como alguém "progressista". Não sei...
Sobre cada vez mais pessoas estarem a acordar para a verdadeira história dos atentados, é bem verdade. E também eu previ isso, há largos anos atrás, quando avisei toda a gente sobre quem tinham sido os seus verdadeiros autores.
Por coincidência, acabei de publicar no meu blogue um artigo exactamente sobre isso.

10 setembro, 2011  
Blogger Fernando Negro disse...

No dia 11 de Setembro, estava em casa a dormir enquanto ocorriam os atentados. Não estive com nenhum americano. Mas, menos de seis meses depois, estive com vários. Por coincidência, em Nova Iorque.
Uma das pessoas que conheci estava no World Trade Center no dia dos ataques... E não morreu por pouco.
Trabalhava na Torre 2 e foi uma das pessoas que ouviu - algo de que eu, na altura, já tinha lido sobre - a ordem nos altifalantes para que as pessoas permanecessem nos seus postos de trabalho, após o ataque à primeira torre. (Suponho que, quem esteve por trás dos ataques se quisesse assegurar de que havia mesmo muitas vítimas e que quem nessa torre trabalhava fosse incluído/a no grupo.)
Após uma manif em que ambos estivemos presentes, teve a gentileza de oferecer uma boleia no táxi a mim, na altura um jovem idealista que estava disposto a ir até ao fim do mundo para lutar pelos seus ideias, ainda que mal tivesse dinheiro para a sua estadia em tão fria e distante cidade.
Enquanto atravessava de noite a ponte de Brooklyn com ela no táxi, comentava, ao olhar para trás, o quão bela era a vista da baixa da Manhattan. Ao que ela me respondeu que era mais bela dantes com o World Trade Center. Ao comentar eu o quão incrível tinha sido a série de atentados, perguntei-lhe se sabia que havia indicações de que o governo tinha deixado tal coisa ocorrer. Ao que ela me respondeu prontamente que "Sim", referindo o facto de lá ter estado nesse dia. Acrescentou também que o seu namorado tinha ficado queimado. "Mas sobreviveu..."
Ao ouvir apenas tal coisa, como compensação positiva pelo que aconteceu ao seu namorado, nem me atrevi a perguntar em que estado este tinha ficado...
Disse-me também algo revelador da revolta que sentia em relação a isso.
Era uma Mulher com M grande. Como nunca conheci nenhuma em Portugal. Uma activista, tanto quanto eu consegui perceber, anarquista, cuja experiência é mais um bom exemplo da lei universal que parece existir de que as boas pessoas são sempre as mais f**idas e os fdp saem sempre por cima...
Nunca cheguei a saber o nome dela. Mas nunca a irei esquecer.
Gostava imenso de lhe dar hoje um abraço.
A ti, companheira anónima... A minha imensa solidariedade neste dia.

http://www.youtube.com/watch?v=y-5c5o85SGo

11 setembro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Eu na altura também não comi muito bem aquela história do incêndio do combustivel dos aviões ter provocado a fusão das vigas de ferro e que com isso , deu-se a derrocada daquela maneira, onde em vez haver amalgamas de materiais fundidos , apareceu poeira e po fininho!!!
O mundo inteiro comeu a história fabricada pelas televisões e hou uma televisão que passou as imagens ligeiros instantes antes do 2º " avião".

Eles até chamam ao sitio das torres "Ground Zero " que é o termo para designar o local de uma explosão nuclear, porque produz uma cratera redondinha! E foi isso que aconteceu: uma explosão nuclear ! Para além dos explosivos que estavam embebidos na estrutura!
Os misseis que perfuraram as vigas foram disfarçados de aviões nas imagens que passaram nas televisões porque ao vivo ninguém viu avião nenhum !

O mundo onde vivemos é cruel, maldito e onde o sacrificio de vidas é um dos maiores prazeres daqueles que estão no poder a controlar os cordelinhos!

O video que a Fada me enviou é a prova disso mesmo! Crueldade acima de crueldade!

11 setembro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Bolas!!

Voçês tiram-me a restia de inocência que há em mim .

E ignorância também, a ingenuidade, essa já é menor...

12 setembro, 2011  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial