20110302

Sem memória não há verdade...

Freitas do Amaral esteve ontem a testemunhar na IX Comissão de Inquérito Parlamentar de Camarate e, tal como fizera Pinto Balsemão em 2002, disse que não se recordava da visita de Henry Kissinger a Portugal cerca de 15 dias antes da morte de Sá Carneiro e Adelino Amaro da Costa...



Lembrava-se, isso sim, de que Adelino estivera com ele, mas que teriam falado sobre o nevoeiro que havia em Lisboa em vez da venda de armas para a guerra Irão-Iraque...



Com este "nevoeiro" na memória, pouca verdade poderá sair da IX...

3 Comentários:

Anonymous RCP Edições disse...

Transparência, Justiça e Liberdade - Em memória de Saldanha Sanches.
Lançamento FNAC Chiado, 10 Março 2011, 18H30
www.rcpedicoes.com

02 março, 2011  
Anonymous Patriota disse...

«Diogo Freitas do Amaral não tem dúvidas de que "foi crime"» - óbvio que não tem dúvidas, ele é um dos criminosos!

02 março, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Então Fred não dizes nada sobre o caso Karocha ?

Depois de ter feito desaparecer a unica foto de jeito que ainda poderia levantar algumas duvidas, não convem falares né ?

Depois a Karocha tem de dizer mal de ti, nas tuas costas, a todo o mundo !

É chato ...

03 março, 2011  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial