20080407

Algumas considerações que poucos sabem sobre a minha ligação com o caso da morte da Princesa Diana

Chegou ao fim o inquérito à morte da Princesa Diana e, embora Al Fayed prometa não deixar cair o assunto, decidiu-se que foi acidente. Nada surpreendente, pois jamais veríamos os serviços secretos ingleses admitir o quer que fosse. Chegou, portanto, a altura de revelar alguns dados sobre o caso que me fazem ter uma opinião suspeita sobre a decisão final.
É público que dei abrigo durante alguns meses e segui de perto a vida daquela que foi até hoje a única pessoa no mundo a ter cumprido pena de prisão por causa do caso, Oswald Le Winter.
Fui entrevistá-lo na prisão austríaca onde cumpria pena por ter tentado vender supostos documentos falsos ao milionário egípcio e que provariam o envolvimento da CIA nos acontecimentos de Paris. Isso foi em Outubro de 2000 e, mais tarde - entre Janeiro e Fevereiro de 2001 - Le Winter esteve a viver no meu apartamento de Lisboa. Depois, mudou-se para um outro local onde viveu até Agosto de 2003 e que, por acaso, devido a razões burocráticas, até estava alugado em meu nome.
Em Outubro de 2001, segundo me garantiram na altura, John MacNamara, chefe de segurança do Harrods, esteve à porta do meu prédio à procura de Le Winter. Sem sucesso, uma vez que ele já estava a residir na outra morada. Não vi o homem forte de Al Fayed, pois nesse dia eu estava fora de Lisboa, mas tive a oportunidade de ler mais tarde um processo judicial que correu num tribunal de Los Angeles. Era a queixa de Al Fayed contra os cúmplices norte-americanos de Le Winter, afinal, as pessoas que estariam na origem dos documentos de que o meu "inquilino" fora mero portador aquando a detenção em Viena, em Abril de 1998. Há quase exactos dez anos...



Podem confirmar aqui como John MacNamara declara ter vindo até Lisboa bater à porta de minha casa (o endereço está a negro, assim como a indicação da cor da casa, visto que foi tirada uma foto à fachada e pretendo preservar a minha privacidade)...



O encontro entre o então chefe de segurança do Harrods e Le Winter teve lugar depois no Ritz de Lisboa, onde lhe foi entregue a intimidação do tribunal da Califórnia - o local onde teve início a "aventura" austríaca de Le Winter.
Ao ver hoje o mesmo John MacNamara à porta do tribunal de Londres juntamente com os porta-vozes de Al Fayed, lembrei-me que há certos detalhes da morte da Princesa Diana e do caso Le Winter que nunca chegaram ao público. Mas, eu conheço-os e digo-vos que davam um belo livro. De ficção, é claro!


(MacNamara é o da esquerda...)

Etiquetas: , ,

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial