20080214

ATENÇÃO!!! ESTE POST CONTÉM IMAGENS QUE PODEM CHOCAR ALGUMAS PESSOAS! SÃO DE UM HOMEM MORTO COM UM TIRO NA CABEÇA, MAS RELEVANTES PARA O QUE SE DIZ

Assim que soube que Alfredo Reinado fora abatido antes, repito, antes de Ramos-Horta ter sido baleado fiquei com os sentidos em alerta. As vozes que ainda não se calam em Timor confirmaram-me de que se tratara de uma operação militar muito "estranha", sobretudo com o ataque frustrado à caravana do primeiro-ministro Xanana Gusmão: "Aquilo aconteceu numa montanha, junto a uma ravina. Se quisessem mesmo matá-lo, não falhavam", foi-me dito.
Hoje, ao ler uma notícia da AP, reparei neste detalhe descrito pelo soldado que abateu Alfredo Reinado: "I shouted Alfredo's name and then opened fire at his head with my machine gun because he was wearing a bulletproof vest".
O uniforme. O uniforme que Alfredo Reinado usava foi um segundo detalhe ao qual me chamaram a atenção. Aquilo é um uniforme novo do exército regular timorense, pelo que, apesar de andar escondido na montanha, Alfredo Reinado teve acesso a novos uniformes - o que não deve ser difícil -, mas também pode significar que alguém, já depois de o ter abatido, poderia ter-lhe colocado o uniforme e o colete à prova de bala para justificar a execução. Isso explicaria o facto do uniforme estar imaculado, sem gota de sangue, apesar do militar ter sido atingido na cabeça e, supostamente, ainda de pé...





Para uma tentativa de explicação sobre o porquê desta confusão na mais jovem democracia do mundo, talvez ajude saber que "há petróleo e gás natural a mais em Timor. É a ganância de muitos actores internacionais que mais mal tem feito a Timor. Ajudar não é intrometer".

Etiquetas: , , , ,

2 Comentários:

Anonymous Anónimo disse...

Pelo menos o Frederico avisa que as imagens podem ser chocantes.
E com letras maíusculas!
É que esta fotografia foi publicada em primeira página de um jornal do dia a seguir. O Primeiro de Janeiro, salvo erro.
Enfim... Já pouco nos choca.

14 fevereiro, 2008  
Anonymous Anónimo disse...

Eu até vou repetir o meu comentário, vejam lá.
É que as letras do título do post são tão grandes que se sobrepõem ao comentário...

Era isto:
Pelo menos o Frederico avisa que as imagens podem ser chocantes.
E com letras maíusculas!
É que esta fotografia foi publicada em primeira página de um jornal do dia a seguir. O Primeiro de Janeiro, salvo erro.
Enfim... Já pouco nos choca.

14 fevereiro, 2008  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial