20070408

Grande referência...

Noam Chomsky é uma grande referência intelectual de esquerda, mas recusa-se a considerar plausível a ideia de que o 11 de Setembro partiu de dentro da administração norte-americana. É esperto, pois assim pode continuar a dizer que é um intelectual incómodo quando, na verdade, apenas desempenha o seu papel na manutenção do equilíbrio do "status quo" num sistema que diz combater. Sinto pena de quem ainda acredita nele...

Etiquetas: , , ,

11 Comentários:

Anonymous Anónimo disse...

Ó "Fréde", palavra que me saiu uma gargalhada, então sentes pena de quem considera as opiniões de outros como válidas?
Essa atitude costuma ser adjectivada de forma muito pouco simpática, mas vou inibir-me.
Não achas que também és um pouquito digno de pena por te achares tão clarividente?
E que tal um pouco mais de modéstia? Vê lá não queimes as asinhas...
A opinião é um raciocínio baseado em dados e conjecturas, factos e possibilidades; quer-me parecer que andas com muitas certezas, decidiste aquilo em que queres acreditar e limitas-te a tentar identificá-lo, o resto é liminarmente negado.
Qualquer dia fazes como um funcionário da Procuradoria Geral, as provas incriminatórias apresentas em tribunal para conseguires condenações e escondes aquelas que ajudam a inocentar.
Vá, isso não é jornalismo, vê lá bem os manuais de ética.

Cumprimentos,

Ana Carvalho

08 abril, 2007  
Anonymous Anónimo disse...

Bom eu ia dizer qualquer coisa mas depois do comentário da Ana ... que mais se pode dizer...Ainda vais a tempo amigo

09 abril, 2007  
Blogger Basílio disse...

Fred tens toda a razão. Chomsky é uma fraude. Finge ser independente e incómodo, criticando o imperialismo norte-americano, mas nega e esconde os piores crimes, tornando-se cúmplice deles. Ele cumpre o papel de "oposição limitada", tal como cumprem em Portugal o Bloco de Esquerda, o PCP, etc, que nunca dirão nada de grave que ponha em risco esta república ou o domínio do Império americano no nosso país (não querem perder o emprego nem os seus "tachos").
Já deves ter ouvido falar do jornalista de esquerda canadiano Barrie Zwicker, que no seu livro sobre o 11 de Setembro "Towers of Deception", escreveu um capítulo dedicado exactamente a isto:
The Shame of Noam Chomsky and the Gatekeepers of the Left

09 abril, 2007  
Blogger para mim disse...

Cara Ana,

o que eu digo de Noam Chomsky é uma opinião baseada na recolha de informações de ambos lados. Uma vez pesados os argumentos não podemos continuar a não ver as evidências. Pior ainda quando estas são apagadas da mente de muitos de nós por jornalistas ditos de referência ou intelectuais de reconhecido prestígio. Aí sim, dá pena ver que há quem ainda não queira ver...

09 abril, 2007  
Anonymous cristo vivo disse...

Até que enfim, Frederico.
Esse senhor é um títere cujo objectivo é perpetuar a fraude fingindo que está do lado da verdade, chamando a atenção para umas broncas sem consequências para poder branquear, se não esconder as que realmente importam.
Um descendente desta sub-raça é o Michael Moore...

09 abril, 2007  
Blogger Flávio Gonçalves disse...

A mim ainda me agrada pensar que é coisa recente dele, corrompeu-se ou foi comprado quando podia ter algum protagonismo genuinamente anti-sistema.

10 abril, 2007  
Anonymous Anónimo disse...

Ó Fredy tu não achas estranho o facto de os únicos a apoiar as tuas "opiniões" serem os "basílios" e outros que tais??
Já agora quantos livros já leste do Chomsky????

10 abril, 2007  
Blogger para mim disse...

Li três...

11 abril, 2007  
Anonymous Anónimo disse...

noam chomsky is about as jewish and pro- israel as george soros and benjamin jacob canne nemerovsky

11 abril, 2007  
Anonymous Anónimo disse...

jeffrey blankfort opinion

11 abril, 2007  
Blogger UheccaGil disse...

De Chomsky vou apenas limitar-me a referir a linguística...

13 abril, 2007  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial