20060306

Imagens para a verdadeira história da substituição de Durão Barroso por José Sócrates que ainda está para contar

José Sócrates, na reunião anual do grupo Bilderberg, em Itália, que teve lugar entre os dias 4, 5, e 6 de Junho de 2004. Este socialista era então um simples deputado, porém estava já a ser "preparado" para substituir Ferro Rodrigues na direcção do PS e depois poder disputar as eleições legislativas que se iriam arranjar em breve...




Santana Lopes, então presidente da Câmara de Lisboa e número 2 na liderança do PSD, o homem que inevitavelmente iria ter de substituir Durão Barroso quando este anunciasse a sua ida para Bruxelas, ainda antes do fim desse mês de Junho. Santana iria manter-se na liderança do governo até ao momento em que José Sócrates estivesse em condições para ganhar as eleições. Ele fez tantos erros na sua curta governação que até pareciam ser de propósito, não?!...




Os encontros do grupo Bildeberg reúnem uma vez por ano políticos e grandes empresários. Os políticos são "entrevistados" de forma a terem o aval dos donos de, por exemplo, bancos e outras empresas com domínio na Comunicação Social. Só com o apoio financeiro e jornalístico destes últimos é que os políticos podem ter hipóteses de poder vir a ser governantes dos seus países.
Cada vez mais os nossos políticos têm menos poder caso não alinhem nas estratégias dos patrões das grandes multinacionais. Sendo assim, os nossos governantes mais não são do que obedientes representantes de Conselhos de Administração de multinacionais. Foram estes que, de uma maneira ou outra, os fizeram eleger. E caso esses políticos queiram manter-se nas boas graças dos magnatas, devem obdecer. O interesse dos eleitores, é óbvio, está no fim da escala alimentar destes tubarões que alienam a população com jogos de futebol e alimentam uma Imprensa que se auto-censura.

4 Comentários:

Anonymous dissidentepatrio disse...

Tudo muito democráticamente...

06 março, 2006  
Blogger filinto disse...

viva camarada,
de facto passa-nos ao lado boa parte dessa informação. contudo, o sócrates estava longe de ser um "mero deputado", era o candidato natural do PS face ao Ferro Rodrigues sem imagem. era o delfim de guterres quando guterres ainda estava no governo. abraço

06 março, 2006  
Anonymous Patriota disse...

São mesmo as imagens da verdadeira história por detrás da saída de Ferro Rodrigues, da fuga de Durão Barroso, da ascensão de Santana Lopes, da decisão de Jorge Sampaio em derrubar o seu governo apenas meses depois, e da “eleição” com super-maioria absoluta de Sócrates (sem falar de muitos outros acontecimentos pelo meio!). E – surpresa! – os barões que controlam os media pertencem todos a este governo maçónico global, pelo que nenhum orgão de comunicação social ousa falar disto, pelo contrário: continuarão a repetir as mesmas fábulas que sustentam este regime até ao fim.

Mas de onde vieram estas fotos?

06 março, 2006  
Blogger para mim disse...

São fotos que surgiram no único jornal português que falou do caso, o "Semanário", na edição de 30 de Dezembro passado. Foram-me cedidas pelo autor das mesmas, Daniel Estulin. E não, não surgem na edição da "Temas&Debates" do livro "O Clube de Bilderberg".

06 março, 2006  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial