20051113

Um homem do povo

Independentemente do que se possa pensar dele como político, de facto dá gosto saber que temos um primeiro-ministro que não se importa de "misturar-se" com o povo. Já não é a primeira vez que vejo José Sócrates a passear-se no mesmo centro comercial que costumo frequentar (não é preciso dizer qual). E hoje esteve a assistir ao mesmo filme que estive a ver (também não é necessário dizer qual era). Acompanhado por uma senhora (não é igualmente importante aqui precisar quem era), Sócrates assistiu à sessão sentado numa das primeiras filas quase nas cadeiras de coxia. Pelo menos, desta vez, o meu lugar era melhor do que o dele.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial