20050910

A minha New Orleans...

Do muito que já se escreveu sobre a cidade de New Orleans, ainda não li nada sobre um outro facto histórico em relação àquela cidade agora destruída. Já muito se falou das raízes francesas, dos negros e da sua música, do Jazz e das loucas festas do "Mardi Gras", da gastronomia e das suas gentes. Contudo, há uma pequena grande história que não saltou para a Imprensa.
A minha New Orleans resulta de um filme.
Nunca fui a New Orleans, mas há uns anos vi um filme que teve o condão de me gravar na mente o nome desta cidade.
Esse filme foi o "JFK", de Oliver Stone, aquele sobre a morte do presidente Kennedy.
Mas, perguntarão alguns, isso não foi em Dallas? No Texas? O Estado da família Bush?...
Assim, o que tem New Orleans a ver com a morte de Kennedy?
Ora, para quem se recorda vagamente da película, certamente lembra-se-á de que a personagem principal interpretada por Kevin Koster chama-se Jim Garrison. Trata-se de uma pessoa que existiu na vida real, e era o procurador-geral de New Orleans.
Jim Garrison iniciou uma investigação em New Orleans pouco depois da morte de Kennedy, uma vez que Lee Harvey Oswald viveu nesta cidade meses antes do atentado. Aliás, o único julgamento relacionado com a morte do presidente dos EUA foi em New Orleans, entre Janeiro e Março de 1969, onde o acusado era Clay Shaw, director da New Orleans International Trade Mart. Embora o acusado tenha sido absolvido, foi graças à busca pela Justiça levada a cabo por Jim Garrison que a tese oficial defendida no relatório da Comissão Warren, de que a morte de Kennedy tinha sido causada apenas e unicamente por um homem, ruiu que nem um castelo de cartas. As dúvidas podem demorar tempo até virem a ser cabalmente esclarecidas, mas a grande investigação começou em New Orleans
Na minha New Orleans... A New Orleans da busca da justiça, da verdade. Da liberdade.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial