20041031

Chama o António!

Viram hoje o murro que Jorge Sampaio deu na mesa quando discursava sobre o facto dos cidadãos deste País (com 8 séculos de história e não 800 séculos, como errdamente disse no calor da emoção) terem direito à liberdade de expressão? O homem perdeu a aquela fleuma britânica que sempre o caracterizou e agora deve achar que ainda vai a tempo de entrar para a História...
Será que já vem tarde? Para recuperar, e à semelhança do que fez com o sr. Sousa, poderia começar por também chamar a Belém o António B. Caldeira...

1 Comentários:

Anonymous Anónimo disse...

Chegou o Antonio, Rua da Habana

13 outubro, 2006  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial