20130318

Com Inspiração - Camarate

1 Comentários:

Anonymous Renato Portugal disse...

Sá Carneiro foi morto pela CIA.

É o que já consigo perceber, sem ter sequer ainda lido o livro do Frederico.

E a razão para tal foi, obviamente, para que Sá Carneiro não interferisse nos negócios secretos entre os EUA e o regime iraniano.

Negócios esses, que, apesar da inimizade pública entre estes dois governos, continuam ainda a ocorrer na actualidade. (Leiam o que tem a dizer o Daniel Estulin sobre o tráfico de diamantes em África e também o que tem a dizer o menos conhecido jornalista Jared Israel, aqui, sobre outras coisas.)

Quem tenta atirar areia para os olhos das pessoas e enganar as mesmas, dando a entender que o alvo era Amaro da Costa e que o propósito era um muito falado Fundo do Ultramar (que em nada importava a quem ordenou o atentado) são, obviamente, uns poucos que foram escolhidos entre os muitos, prostitutos políticos e jornalísticos que existem no nosso país, ao serviço do Império Anglo-Americano que governa de modo visível e nas sombras, que foram chamados para fazer mais um trabalho sujo.

Prostitutos esses, que, para além de imensamente imorais e desprezíveis, são estúpidos. Pois, não se dão conta: de que quando se adere a organizações criminosas, onde não há verdadeiramente regras, nunca ninguém está seguro; de que valem 0 ("zero") para quem tudo gere no topo; e de que também eles próprios podem, a qualquer altura, ser eliminados, se isso for conveniente para quem neles manda. (Informem-se sobre o que já pensaram as elites fazer ao seu fantoche presidencial Obama, sobre a ameaça de que foi vítima o fantoche Papandreou e sobre o que está a ser ponderado ser feito ao fantoche Capriles.)

A essas pessoas, de tão baixo nível, que pensam que fazem "parte do clube" e que, aparentemente, se sentem especiais por serem lacaios das elites pedófilas e afins, digo-vos que são às toneladas os seres como vós que se podem ir buscar à sarjeta e que facilmente se arranjam substitutos. E, ainda que sejam muito poucos os que não são sujos, corruptos e desprezíveis como vós, felizmente, ainda há quem tenha valores, seja verdadeiramente corajoso e fiel aos seus princípios e não se curve perante nenhum amo. E, acabe isto da maneira que acabar, irão estar sempre essas pessoas num patamar muitíssimo superior ao vosso. Patamar esse, que, de tão estúpidos, de baixo nível, inumanos e nojentos que vocês são, nem capazes são sequer de se aperceber que lá está.

Viva a busca pela Verdade. Vivam os verdadeiros jornalistas.

19 março, 2013  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial