20060705

Desta vez até que poderá ganhar a NIKE...

Contou-me há uns tempos uma pessoa amiga ligada ao caso que, há largos anos, um clube português perdeu de propósito um jogo não oficial contra um clube espanhol. Isso fora negociado previamente com o clube espanhol que pagou forte pela vitória (muitos salários teriam sido pagos no clube português à custa disso). O clube espanhol precisava de uma vitória para que o seu presidente mantivesse o respeito dos sócios e a equipa, massacrada pela Imprensa, acreditasse que era possível começar bem uma nova época. Ninguém ficou prejudicado. O treinador português fez alinhar jogadores seus que não estavam ainda nas melhores condições e trocou outros das suas posições habituais. Nem fora preciso explicar aos jogadores o que deviam ou não fazer. Através do banco garantiu-se a derrota dos portugueses e ninguém desconfiou. Os espanhóis voltaram contentes para casa e deixaram cá as suas valiosas pesetas (ou dólares... já nem sei).
Por isso, mesmo que a "mensagem que circula no Brasil" tenha dados que dificilmente possam parecer verdadeiros, para mim tanto faz, pois há muito que deixei de acreditar na verdade desportiva. De qualquer modo, aqui fica essa mensagem que recebi hoje no meu e-mail e que dizem que circula pelo Brasil...


"Falando em Copa, repasso esta mensagem que está circulando pelo Brasil...
Depois de lida, cheguei à conclusão que venderam-se de novo, que aquele joguinho sem-vergonha de ontem fazia parte dos obscuros acordos de 98.. O que o Chirac fazia ali? E o Zidane caindo na gargalhada de felicidade antes mesmo do jogo começar? Porque o Parreira estava tão sereno? Mas o povo não é mais tão otário como antes. Manchete do Globoonline: Jogadores do Brasil desembarcam em SP sob gritos de 'vendidos', 'traidores' e 'mercenários'.
Por isso é bem difícil que Portugal ganhe. O campeão pra mim será um dos patroes da UE: França ou Alemanha. A Copa virou jogo de cartas marcadas, gente! A ultima e unica vez que o Brasil foi campeão na Europa foi em 1958!!!.

Talvez isso explique a razão do jogador Leonardo ter declarado a seguinte frase: 'Se as pessoas soubessem o que aconteceu na Copa do Mundo, ficariam enojadas'.

Todos os brasileiros ficaram chocados e tristes por terem perdido a Copa do Mundo de futebol, na França. Não deveriam. O que está exposto abaixo é a notícia em primeira mão que está sendo investigada por rádios e jornais de todo o Brasil e alguns estrangeiros, mais especificamente Wall Street Journal of Americas e o Gazzeta delo Sport e deve sair na mídia em breve, assim que as provas forem colhidas e confirmarem os fatos. Fato comprovado:

o Brasil VENDEU a copa do mundo para a Fifa.

Os jogadores titulares brasileiros [em 1998, França] foram avisados, às 13:00 do dia 12 de Julho (dia do jogo final), em uma reunião envolvendo o Sr. Ricardo Teixeira (na única vez que o presidente da CBF compareceu a uma preleção da seleção), o Técnico Mário Zagallo, o Sr. Américo Faria, supervisor da seleção, e o Sr. Ronald Rhovald, representante da patrocinadora Nike.
Os jogadores reservas permaneceram em isolamento, em seus quartos ou no lobby do hotel. A princípio muito contrariados, os jogadores se recusaram a trocar o penta-campeonato mundial por sediar a Copa do Mundo. A aceitação veio através do pagamento total dos prêmios, US$70.000,00 para cada jogador, mais um bônus de US$ 400.000,00 para todos os jogadores e integrantes da comissão, num total de US$ 23.000.000,00 vinte e três milhões de dólares) através da empresa Nike.
Além disso, os jogadores que aceitarem o contrato com a empresa Nike nos próximos 4 anos terão as mesmas bases de prêmios que os jogadores de elite da empresa, como o próprio Ronaldo, Raul da Espanha, Batistuta da Argentina e Roberto Carlos, também do Brasil.
Mesmo assim, Ronaldo se recusou a jogar, o que obrigou o técnico Zagallo a escalar o jogador Edmundo, dizendo que Ronaldo estava com problemas no joelho esquerdo (em primeira notícia divulgada às 13:30 no centro de imprensa) e, logo depois, às 14:15, alterando o prognóstico para problemas estomacais). A sua situação só foi resolvida após o representante da Nike ameaçar retirar seu patrocínio vitalício ao jogador, avaliado em mais de US$90.000.000,00 (noventa milhões de dólares) ao longo da sua carreira.
Assim, combinou-se que o Brasil seria derrotado durante o 'Golden Goal' (prorrogação com morte súbita), porém a apatia que se abateu sobre os jogadores titulares fez com que a França, que absolutamente não participou desta negociação, marcasse, em duas falhas simples do time brasileiro, os primeiros gols.
O Sr. Joseph Blatter, novo presidente da Fifa, cidadão franco-suíço, aplaudiu a colaboração da equipe brasileira, uma vez que o campeonato mundial trouxe equilíbrio à França num momento das mais altas taxas de desemprego jamais registradas naquele país, que serão agravadas pela recente introdução do euro (moeda única européia) e o mercado comum europeu (ECC). Garantiu, também, ao Sr. Ricardo Teixeira, através de seu tio, João Havelange, que o Brasil terá seu caminho facilitado para o penta-campeonato de 2002.
Por gentileza passem esta mensagem para o maior número possível de pessoas, para que todos possam conhecer a sujeira que ronda o futebol!"

3 Comentários:

Blogger UheccaGil disse...

Bem, como a Alemanha foi às urtigas, só resta uma grande combinação França-Itália...
Mas enfim. Já nada disso me surpreende, se chegar a ser verdade.

05 julho, 2006  
Blogger Joaquim Varela disse...

Já pensaram em escrever textos para "O Homem da Cosnpiração"?

O pior cego é o que não quer ver. Se alguém acha que a equipa titular do Brasil, neste Campeonato do Mundo, jogou bem um jogo que fosse, está encontrado o maior "cego" à face da Terra. A França nem teve de se aplicar a fundo, para enviar para casa, aquela malta que prefere ajeitar as meias que marcar o jogador mais perigoso do adversário... Isso e dar 658.968 toques seguidos de ombro, calcanhar e pescoço, em vez de se preocuparem com o que realmente interessa. Uma quantidade assinalável de grandes jogadores/vedetas jamais é uma equipa de futebol.

05 julho, 2006  
Anonymous DPF disse...

Portugal perdeu. A Nike não ganhou...

05 julho, 2006  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial