20060113

A "surpresa" da demissão de Souto Moura

Vamos lá explicar uma coisinha a quem ainda não percebeu o que se passou...

1 - Esta manhã, às 7.59, quando muitos portugueses iam a caminho dos seus empregos ou estavam a preparar-se para sair de casa, a agência Lusa, colocou em linha uma notícia com o título: "Escutas Casa Pia: Sampaio recebe procurador-geral da República às 9.00 - oficial", onde se acrescentava que "a audiência surge no mesmo dia em que o jornal 24Horas publicou em manchete que 'os telefones de casa do Presidente da República, do primeiro-ministro, do presidente da Assembleia da República, do presidente do Tribunal Constitucional, do Presidente do Tribunal de Contas (...) foram analisadas pelo Ministério Público' no âmbito do processo Casa Pia".

2 - Cerca de meia-hora depois, às 8.38, quando já as rádios e as televisões davam conta da notícia, entrou outra informação em linha: "Escutas Casa Pia: Procuradoria abre inquérito sobre registo chamadas telefónicas".

3 - Tudo isto já se sabia ainda antes da reunião das 9 da manhã!

4 - Qualquer jornalista estagiário sabe que caso Jorge Sampaio não tivesse dado importância ao "24 Horas", a capa do jornal já estava a embrulhar peixe no Bolhão antes do meio-dia e, amanhã, não haveria reacção nos jornais ditos de "reverência" (não, não é erro, não são jornais de "referência", mas sim mesmo de "reverência").

5 - Assim, amanhã de manhã, por volta das oito da matina, vai ser interessante estar na esquina da Rua Padre António Vieira com a Rua Artilharia Um para ver os vizinhos Jorge Sampaio e Souto Moura encontrarem-se para debater a manchete do "Expresso"...

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial