20050424

Verdades absolutas, supremas e de referência na véspera da celebração de uma triste peça de teatro de rua na Baixa de Lisboa...

O "Expresso" diz-nos em manchete que "Lista de pides não existe" e que afinal se confundiu uma lista de supostos "agentes" por inocentes destinatários de propaganda do Estado Novo, como quem hoje recebe publicidade não endereçada... E, como é Abril, a malta lá continua a assobiar com ar de socráticos...
Depois, o "Diário de Notícias" diz-nos que os autores do massacre do Ambriz foram militares da UNITA que agora são das FAA. E a gente lá enterra o caso como efeito colateral de uma guerra que deixámos semeada há 30 anos... perdão, 31, pois parece que amanhã cumprem-se 31 anos de uma encenação de revolução...

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial