20030821

Livro de condolências

Para mim faz. Para aqueles que tanto faz, só tenho a dizer que há pouco fui à representação da ONU em Lisboa assinar o livro de condolências a Sérgio Vieira de Mello. Escrevi lá o seguinte: "Porquê? Por quem?". E depois coloquei a minha assinatura. No dia em que soubermos as respostas a estas perguntas, poderemos começar a construir um mundo melhor.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial